|
L'amour pas pour moi
Fabiana Motta, 18.
Amante de arquitetura e francês.
“O que mata um jardim não é o abandono. O que mata um jardim é esse olhar de quem por ele passa indiferente… E assim é com a vida, você mata os sonhos que finge não ver.”
Posted 8 months ago, with 3 Notes

  1. des-obliqua posted this